Lancha que aguenta tiro de fuzil patrulha o Litoral do Paraná

Redação Bem Paraná

A Patrulha Costeira da Polícia Militar do Paraná usa desde o início de junho uma lancha blindada e equipada. Fruto de um investimento de mais de R$ 2,2 milhões, o Litoral agora conta com o barco Aruanã 29-CM-P, uma embarcação militar blindada de última geração.

Entre as principais novidades da embarcação estão o casco blindado, que é resistente a tiros de fuzil, e o sistema de visão termal, que usa o calor ambiente para identificar pessoas e outros barcos.

A blindagem do casco é uma das mais eficientes que existem, resistindo a tiros de munição supersônica, que são tiros de fuzil e de calibre 7,62 milímetros, por exemplo.

“É uma embarcação muito diferente em relação às outras que nós já temos pela estrutura dela. É um barco maior, mais potente, com o casco todo blindado, com vários sistemas diferentes de imagem e localização que ajudam no trabalho policial”, afirmou o comandante da Patrulha Costeira do 9º Batalhão da PMPR, o tenente Vinícius Szlanda.

O barco passa a integrar a estrutura do pelotão policial que é responsável pela segurança das 39 comunidades ilhadas e ribeirinhas do Litoral do Paraná, onde moram mais de 10 mil pessoas. Além disso, ele vai ajudar nas ações de combate ao tráfico internacional de drogas na região.

Compartilhe: