Junta Comercial do Paraná inaugura nova sede no Centro de Curitiba

O governador em exercício Darci Piana inaugurou nesta terça-feira (2) a nova sede da Junta Comercial do Paraná (Jucepar), no Centro de Curitiba. Com uma estrutura mais moderna e adequada para o atendimento ao público, o espaço está localizado na Rua Ébano Pereira, nº 309, e foi entregue justamente no dia em que o órgão completou 132 anos de existência.

O novo prédio, onde funcionava a Fundação Sanepar, foi comprado em novembro de 2023 por R$ 10,4 milhões com recursos próprios da instituição. O local funcionará como sede administrativa e também para eventuais atendimentos aos clientes. Hoje a Jucepar conta com praticamente todos os serviços disponíveis de forma eletrônica, como a abertura de empresas.

Piana destacou que a nova sede da Jucepar era aguardada há duas décadas. “Essa é mais uma obra que estava na gaveta há muitos anos. É uma alegria imensa estar aqui em um prédio melhor, que foi totalmente reformado e em condições de acomodar toda a estrutura da Junta Comercial”, afirmou o governador em exercício.

“A nossa Junta é a segunda em movimento do Brasil, só perdendo para São Paulo, que é um estado muito mais populoso. Isso mostra o crescimento do nosso Estado, que está se digitalizando, fazendo isso tudo com estrutura mais rápida, mais eficiente, para fazer com que o nosso empresário e aqueles que vêm ao Paraná tenham condições de ter uma estrutura à altura do nosso Estado”, complementou.

Segundo o presidente da Jucepar, Marcos Rigoni, a antiga sede, localizada na Rua Barão do Serro Azul, também no Centro, já não comportava mais o crescimento da instituição. “A Junta tinha uma sede bastante arcaica, totalmente fora dos padrões da modernidade, e nós precisávamos adequar a Junta Comercial à necessidade dos nossos funcionários e à necessidade de atender melhor os nossos empresários. Com uma estrutura melhor, você consegue oferecer um serviço melhor a todos aqueles que fazem uso dos nossos serviços diariamente”, ressaltou Rigoni.

“A nossa prioridade é sempre atender muito bem aquele que vem empreender no Paraná. É atender o empreendedor, o seu contador, e essa é a nossa prioridade, melhorar o atendimento, focar no empresário e naquele que usa os serviços da Junta Comercial”, finalizou o presidente.

MODERNIZAÇÃO – A nova sede da Jucepar vem suprir uma demanda antiga, tanto dos servidores quanto do público que é atendido presencialmente na instituição.

Na sede anterior, a Junta funcionava em um prédio da década de 1950, construído como unidade de suprimentos do Exército e que precisou ser adaptado ao longo dos anos. Com o passar do tempo, o espaço já não comportava mais mudanças e a nova realidade da Jucepar, o que dificultava sua modernização.

As melhorias serão tanto para os servidores quanto para os cidadãos que utilizam os serviços da Jucepar. São salas e corredores mais amplos, espaços para reuniões, beneficiando toda a população paranaense, que tem na Junta o local onde novas empresas são criadas no Estado.

Enquanto o prédio anterior possuía 2.140 m², quatro andares e um subsolo, o prédio atual tem uma área construída de 3 mil m². Apesar da construção ser de 1982, a sede nova foi toda reformada para atender as necessidades da Jucepar. São cinco andares, subsolo, um auditório para 90 pessoas sentadas, salas de reuniões, um plenário e garagem com 23 vagas.

HISTÓRIA – A Jucepar é uma das Juntas Comerciais mais antigas do Brasil, de 1892, quando registrou a primeira empresa paranaense. Desde a fundação, o órgão já passou por oito endereços, iniciando os trabalhos em uma sala na Associação Comercial do Paraná (ACP).

Em seguida, a instituição passou por prédios na Praça Tiradentes; dois prédios na Rua XV de Novembro; na Rua Saldanha Marinho; na Rua Monsenhor Celso; e na Rua Cândido Leão. O último endereço ocupado foi na Rua Barão do Serro Azul, onde os servidores da Jucepar permaneceram por 44 anos.

A instalação na Barão do Serro Azul aconteceu após a Jucepar ser transformada em autarquia, vinculada à Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (SEIC).

“A sede própria é uma grande conquista para a Junta Comercial. Há anos tentamos alcançar isso e agora podemos entregar esse benefício para todos os seus usuários”, salientou o secretário estadual de Indústria, Comércio e Serviços, Ricardo Barros, que também é presidente do Conselho da Jucepar.

“A Junta Comercial tem batido recorde de velocidade na abertura de empresas. Hoje, em 8 horas, é possível abrir um negócio no Paraná. Estamos trabalhando com muita força para que possamos abrir empresas online e de imediato. Com a Reforma Tributária, a decisão das empresas em escolher onde vão se localizar será pelo ambiente de negócios, pela desburocratização e pela facilidade das licenças ambientais. Hoje o Paraná é o segundo estado mais rápido do Brasil e vamos lutar para chegar ao primeiro lugar”, concluiu o secretário.

AVANÇOS – Atualmente o Paraná possui 1.728.081 empresas ativas, sendo que 95% são matrizes e o restante filiais. De acordo com o último relatório divulgado pela Jucepar, o Paraná tem o 3º maior movimento do país, com 5.719 processos, ficando atrás somente de São Paulo, com 25.998 registros e Minas Gerais, com 7.024 registros.

Mesmo diante de tantos processos, o Paraná teve em maio o segundo melhor tempo médio para abertura de um novo registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Foram gastos, em média, 8 horas e 29 minutos para que uma nova empresa fosse aberta no Estado.

A Jucepar também é pioneira na implementação de um sistema informatizado. Com o Empresa Fácil e o programa Descomplica Paraná, a entidade conseguiu desburocratizar o registro e baixa de empresas ao tornar o processo 100% digital ao empresário.

Compartilhe: