O álbum do Pink Floyd que só é clássico no Brasil, segundo Regis Tadeu


Em vídeo no seu canal, Regis Tadeu comentou sobre o álbum “The Division Bell”, lançado em 1994 pelo Pink Floyd, e que, segundo ele, só é um clássico no Brasil.

” src=”https://www.youtube.com/embed/VKQQ9PEAJCo” width=”560″ height=”315″ allow=”accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen loading=”lazy” style=”border:0;”>

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE – CLI



“Existem certas coisas que só acontecem no Brasil. Uma delas é o fato de que um determinado álbum do Pink Floyd é considerado um clássico apenas aqui. Esse álbum completou 30 anos recentemente. Estou falando de ‘The Division Bell’.

O título se refere ao sino tocado para chamar os membros ausentes durante as sessões do Parlamento inglês. Em 1994, esse disco vendeu muito bem, principalmente no Brasil, devido à curiosidade sobre como algo com o nome Pink Floyd soaria, especialmente após o lançamento de ‘A Momentary Lapse of Reason’ em 1987.

Este álbum era, na prática, um disco solo de David Gilmour, mas foi lançado sob o nome Pink Floyd após uma disputa judicial com Roger Waters, que exigia o controle de todas as marcas relacionadas à banda. David Gilmour e Nick Mason ficaram com o controle do nome da banda, enquanto Waters ficou com o restante dos direitos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE – GOO


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dizer que o Pink Floyd naquela época era uma formação caça-níqueis é injusto, mas é correto afirmar que sem Roger Waters, a banda era uma sombra do que já foi. Tanto ‘A Momentary Lapse of Reason’ quanto ‘The Division Bell’ foram capitaneados por David Gilmour e lançados durante a ascensão do grunge e do Britpop. Mesmo assim, esses discos têm muita dignidade em seu repertório.

O repertório foi praticamente criado a partir de jam sessions entre David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright, que ainda não tinha sido readmitido oficialmente na banda. Essas sessões eram originalmente para um documentário hipotético sobre um rally para a BBC de Londres. Após os esqueletos das músicas estarem prontos, outros músicos foram chamados para as gravações, como o baixista Guy Pratt.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE – CLI




Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum tem momentos introspectivos e instrumentais como ‘Cluster One’, músicas esperançosas como ‘A Great Day for Freedom’ e ‘Coming Back to Life’, além de hits como ‘Take It Back’ e a apoteótica ‘High Hopes’. ‘What Do You Want from Me’ é musicalmente similar a ‘Have a Cigar’, mas sem o cinismo da canção original. O estilo de Rick Wright também é evidente, especialmente na faixa ‘Cluster One’.

Ao longo dos anos, esse disco cativou uma enorme quantidade de adolescentes que gostavam de rock, criando uma memória afetiva que faz com que ‘The Division Bell’ seja considerado um clássico aqui no Brasil, o que é um exagero, mas um fato inegável.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE – GOO


Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

‘The Division Bell’ acabou se tornando o último álbum de canções inéditas finalizadas pelo Pink Floyd liderado por David Gilmour. Anos depois, em 2014, foi lançado ‘The Endless River’, com material das sessões de ‘The Division Bell’, mas não totalmente finalizado”.



Source link

Compartilhe: