ANTT aprova mudanças para próximos lotes do pedágio no Paraná

A Agência Nacional Do Transporte Terrestre (ANTT) aprovou mudanças para os contratos dos quatro lotes de pedágios de rodovias do Paraná ainda não leiloados e que abrangem mais de 2 mil quilômetros de estradas.

As mudanças foram sugeridas em uma reunião realizada na sede da agência reguladora em Brasília (DF) com representantes da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). De seis sugestões apresentadas pelo setor, a ANTT acatou quatro delas. Veja quais, segundo o setor produtivo:

 ▪ Para os novos lotes, a cobrança do pedágio deverá começar depois que o asfalto e a sinalização estiverem em perfeitas condições, ao menos nos trechos mais críticos e perigosos.

Com a intenção de assegurar a comunicação ilimitada, especialmente em casos de congestionamentos e acidentes, ANTT e Tribunal de Contas da União (TCU) concordaram em exigir sinal 4G para a toda a rodovia.

Uma comissão formada por governo, concessionárias e representantes dos usuários acompanhará o andamento dos contratos e fiscalizará o cumprimento das obras e prazos de entrega previstos na concessão.

Além de abrir as cancelas, as empresas terão que apresentar alternativas para agilizar a cobrança e, no caso de São Luiz do Purunã, fazer estudo para analisar a necessidade de ampliar o número de cabines. (Do G1 Paraná).

 


Compartilhe: