Dona do Google encerra empresa dedicada à robótica no agro

A Alphabet, dona da Google, decidiu fechar a Mineral — startup de robótica dedicada à agricultura. O gigante do ramo de tecnologia deu início ao negócio de robôs agrícolas em janeiro de 2023.

Elliot Grant, CEO da Mineral, anunciou a decisão da dona da Google. De acordo com o Executivo, as tecnologias desenvolvidas serão transferidas para outros negócios.

“A Mineral não será mais uma empresa da Alphabet”, disse Grant. “Nossa tecnologia permanecerá dentro das principais empresas de agronegócio, onde poderá ter o máximo impacto.”

Depois da dona da Google

No texto, o executivo anunciou uma parceria da empresa com a Driscoll’s, multinacional que cultiva frutas vermelhas, como morangos, framboesas e mirtilos. O novo contrato, licencia o uso da tecnologia desenvolvida pela Mineral.

“A Mineral fez uma parceria estreita com a Driscoll’s — a empresa líder mundial em frutas vermelhas — para desenvolver ferramentas de Inteligência Artificial para melhorar a fenotipagem das colheitas, prever melhor os rendimentos, otimizar as inspeções de qualidade e reduzir o desperdício de alimentos na cadeia de suprimentos”, escreveu Grant. “Algumas das tecnologias que desenvolvemos agora foram transferidas para a Driscoll’s e serão integradas aos seus sistemas para ajudar a atingir suas ambições de sustentabilidade.

Origens da empresa

A origem da Mineral remete a outubro de 2020, quando a dona do Google, anunciou um robô criado para atuar em áreas agrícolas, inspecionando as plantas individualmente para otimizar o cultivo.

Compartilhe: