Indígenas invadem fazenda no Paraná e causam grande tensão — CompreRural

A ocupação foi realizada por grupos indígenas e, até o momento, a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) não compareceu ao local, o que tem dificultado as negociações para uma resolução pacífica do conflito; confira

Em Terra Roxa, no Oeste do Paraná, a tensão está crescendo devido à invasão de terras em uma fazenda durante o último fim de semana. A ocupação foi realizada por grupos indígenas e, até o momento, a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) não compareceu ao local, o que tem dificultado as negociações para uma resolução pacífica do conflito. A Polícia Militar foi acionada, e lideranças ruralistas se dirigiram ao município com o objetivo de apoiar o Sindicato Rural Patronal na defesa da propriedade.

O proprietário da área, residente em São Paulo, chegou a Terra Roxa na tarde desta segunda-feira, 08, para acompanhar a situação de perto. A fazenda está arrendada para um produtor de Palotina, e a invasão tem gerado incertezas e insegurança na região. Fernando Volpato Marques, presidente do Sindicato Rural de Terra Roxa, expressou sua frustração ao portal Sou Agro: “O sindicato procura estar ao lado do produtor nas reivindicações, tentamos mediar, mas foi infrutífera. Se mostraram irredutíveis na saída do local. Não sabemos onde estamos pisando. Não quiseram diálogo“.

Foto: Sou Agro
Foto: Portal Palotina

A preocupação não se limita a Terra Roxa. Édio Luiz Chapla, presidente do Sindicato Rural de Marechal Cândido Rondon, também manifestou seu desconforto: “Os produtores possuem propriedades com escrituras e ainda nos deparamos com questões de invasões. Não deveríamos ter esse tipo de preocupação”. A situação reflete um problema mais amplo de insegurança no campo, exacerbada pela ausência de uma resposta eficaz do governo.

O deputado federal Nelson Padovani criticou a falta de iniciativas do Governo Federal em relação à reforma agrária. “Existem na prateleira do Incra várias áreas, mas isso não sai do papel”, afirmou, destacando a ineficácia das políticas atuais para resolver os conflitos de terras. Além disso, a presença da Força Nacional no local sem ações concretas aumentou a desconfiança entre os produtores rurais, que se sentem desamparados.

A propriedade invadida, localizada às margens da rodovia que liga Terra Roxa a Guaíra, já havia sido alvo de invasões e confrontos no início de 2024. A região, essencial para o agronegócio, agora enfrenta um retrocesso devido a esses eventos, colocando em risco a estabilidade e o desenvolvimento agrícola.

Consequências para a região

Foto: Portal Palotina

As invasões de terras em Terra Roxa geram profundas consequências para a região, afetando diretamente a economia local. A insegurança jurídica e a incerteza sobre a posse da terra desestimulam novos investimentos agrícolas, resultando em perdas financeiras significativas. Além disso, os produtores rurais enfrentam interrupções em suas atividades, com a possibilidade de prejuízos nas colheitas e aumento dos custos de segurança.

ℹ️ Conteúdo publicado pela estagiária Juliana Freire sob a supervisão do editor-chefe Thiago Pereira

Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui) ou Telegram (clique aqui). Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias

Não é permitida a cópia integral do conteúdo acima. A reprodução parcial é autorizada apenas na forma de citação e com link para o conteúdo na íntegra. Plágio é crime de acordo com a Lei 9610/98.

Siga o Compre Rural no Google News e acompanhe nossos destaques.

Compartilhe: