Médico de Parkinson visitou a Casa Branca 8 vezes em 8 meses

Um especialista em doença de Parkinson do Centro Médico Militar Nacional Walter Reed visitou a Casa Branca oito vezes em oito meses. A informação está em um documento obtido pelo jornal The New York Times (NYT) com o órgão oficial dos Estados Unidos. 

Entre julho de 2023 a março de 2024, o Dr. Kevin Cannard, neurologista especializado em distúrbios do movimento, visitou o local. Pelo menos em uma dessas vezes, ele se reuniu com o médico do presidente dos EUA, Joe Biden. 

De acordo com o NYT, é possível que o especialista tenha ido ao local novamente depois de março. Porém, a política de divulgação voluntária da Casa Branca permite que o órgão demore mais tempo para expor o fato. 

+ Leia mais notícias de Mundo em Oeste

A informação surge em um contexto de desconfiança quanto à sanidade mental de Biden, de 81 anos. Recentemente, o principal concorrente à eleição presidencial, Donald Trump, publicou um vídeo com alguns tropeços e gafes de Biden

Lapsos e a confusão mental de Biden ficaram evidente no primeiro debate presidencial promovido pela CNN há pouco mais de uma semana. O próprio Biden admitiu a performance ruim no embate contra Trump. Democratas passaram a pedir a substituição de Biden na corrida pela Casa Branca.

“Não ando com tanta facilidade como antes, não falo com tanta fluidez como antes, não debato tão bem como antes, mas sei o que sei: dizer a verdade”, afirmou o presidente. “Eu sei como fazer este trabalho, como fazer as coisas. Eu sei, como milhões de americanos sabem, que quando te derrubam, você se levanta.”

O documento divulgado pela Casa Branca ao The New York Times

Foto mostra Joe Biden com mão na testa, em sinal de reprovação
Um porta-voz da Casa Branca diz que Biden não foi diagnosticado com Parkinson | Foto: Reprodução/Twitter/X

Segundo o próprio jornal The New York Times, o documento enviado pela Casa Branca não especifica se a visita do Dr. Cannard era para encontros diretos com o presidente Joe Biden ou para outras reuniões não relacionadas com o líder. 

Leia mais: “A máscara caiu”, artigo de Rodrigo Constantino publicado na Edição 224 da Revista Oeste

Na principal rede social de profissões, LinkedIn, a página pessoal do médico informa que ele está “apoiando a Unidade Médica da Casa Branca por mais de 12 anos”. 

Ao todo, esse período sugere que ele atende o órgão do Executivo norte-americano desde as administrações de Barack Obama e Donald Trump. Registros mostram que o médico realmente visitou o local no governo Obama. Trump revogou a política de divulgação voluntária da Casa Branca e, por isso, não se sabe mais detalhes sobre as possíveis visitas. 

Em declaração à imprensa, um porta-voz da Casa Branca disse que milhares de militares trabalham no local e necessitam de atendimento médico. “Uma grande variedade de especialistas do sistema Walter Reed visita o complexo da Casa Branca para tratar os milhares de militares que trabalham no local”, disse Andrew Bates.

Leia também: “A Europa está dizendo ‘chega’”, artigo de J. R. Guzzo publicado na Edição 221 da Revista Oeste

O mesmo porta-voz explicou ainda que o presidente Joe Biden se consultou com neurologistas uma vez por ano, “como parte de check-up físico geral”. “Os exames não encontraram nenhum sinal de Parkinson, e ele não está sendo tratado para isso”, completou Bates.

Leia também

Compartilhe: