Petrobras pode ter importância na Bolívia ‘se não quiser só ganhar dinheiro’, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na terça-feira 9 que a Petrobras pode ter importância na Bolívia caso não queria só ganhar dinheiro. Ele deu a declaração no país andino, no encerramento de fórum empresarial entre bolivianos e brasileiros.

“Fiz questão de trazer a presidente da Petrobras porque eu sei a importância que a Petrobras já teve na Bolívia. E ainda pode ter na medida que ela não queira só ganhar dinheiro, ela queira também ajudar na prospecção, na investigação, no investimento”, disse o presidente brasileiro.

O petista afirmou que é necessário fornecer estabilidade política, econômica, fiscal, jurídica e social para que haja crescimento.

Lula, que teve uma reunião bilateral com Arce na terça-feira 9, também afirmou que é necessário ajudar os vizinhos a crescer, sem a pretensão de ser uma “ilha” de prosperidade regional.

“Se os americanos tivessem feito isso ajudado vizinhos a crescer durante muito tempo, não teria uma América Central empobrecida. Uma América Latina empobrecida exportando trabalhador para fazer o trabalho pesado lá. Que agora passaram a ser inimigos. Porque antigamente latino-americano era bem-vindo nos Estados Unidos. Mas agora resolveram dizer que nós latino-americanos estamos prejudicando a economia americana”, disse o petista.

+ Leia mais notícias de Política em Oeste

Petrobras pretende ampliar produção de gás na Bolívia

A presidente da Petrobras, Magda Chambriard, que acompanhou Lula na viagem à Bolívia, afirmou que a estatal pretende aumentar a produção de gás natural na Bolívia. Durante um discurso para autoridades de ambos os países, ela destacou a importância desse recurso para os projetos de fertilizantes e petroquímica da companhia.

Chambriard projetou que a demanda por gás natural na indústria brasileira pode dobrar até 2028. Nesse contexto, a Petrobras vê as reservas bolivianas como uma alternativa viável e acessível para atender a essa crescente necessidade.


Redação Oeste, com informações da Agência Estado

Compartilhe: